Chinelos Bordados Macramê

Ideias de artesanato que dá para fazer para vocês mesma e até mesmo para vender são sempre muito bem-vindas, não é mesmo? Quando é fácil de fazer, melhor ainda. Por isso, confira esse passo a passo e aprenda como fazer lindos chinelos bordados macrame. Para seguir a “receita” serão necessários os seguintes materiais: um par de chinelos, cordão encerrado tamanho médio, cola instantânea universal, um metro de strass de 8mm, agulha, tesoura, fio de nylon 0,30 mm e chizato.

Como Fazer Chinelo Bordado De Macrame – Passo a Passo

1- Comece recortando a marca da sandália com a ajuda do chizato e em seguida, tire a medida do strass de um lado ao outro da tira do chinelo e corte. Será o necessário para trabalhar cada um dos pés do par de chinelos.

2- Coloque bem no centro o strass partindo do vértice do chinelo e com a ajuda do fio de nylon faça o primeiro ponto prendendo as pedrinhas. O ideal é prender fazendo um nó de quatro voltas e para ter certeza de que está bem firme, faça mais um novo no centro e também no fim da tira de strass.

3- Pegue o cordão e meça o tamanha da palmilha por 7 vezes. Claro, que isso deverá ser feito para cada um dos pés de chinelo.

4- Através da abertura da tira, com a ajuda de um alicate, partindo de baixo em direção a parte de cima, pregue as pontas dos dois fios. Na hora de puxar é importante que fique uma sobra de 5 centímetros. Já o nó de acabamento, que deve ser sempre muito firme, deverá ser encaixado por dentro do botão da tira. Faça mais um nó, coloque um pingo de cola para dar mais firmeza e por último corte o que sobrou do cordão.

5- Para ficar mais fácil na hora de manusear o cordão, deixe somente 50 centímetros livres e o resto deixe enrolado nas mãos prendendo com um elástico. Daí comece fazendo um ponto reto do macrame. A cada ponto, o cordão deverá passar sob a tira e subir novamente pela esquerda.

6- Depois de pronto é hora de puxar os fios para criar o nó, o mesmo deve ser feito no outro lado da tira. Quando os pontos chegarem até o primeiro strass é hora de fazer o ponto reto completo começando de um lado, terminando e indo para o outro. É importante acertar o nó entre um strass e outro. Faça isso até chegar no ponto central que é o vértice do chinelo.

7- Quando se chega no vértice significa que uma tira está pronta , os cordões devem ser cruzados e se muda para a outra. Basta seguir e ir fazendo o mesmo processo que foi feito na primeira tira, só que dessa vez, o ponto final será na ponta da tira.

Para Acabamento Nos Chinelos Bordados em Macrame

Estamos chegando ao fim para terminar um chinelo em macrame, o acabamento. Para terminar é só repetir os passos que fez lá no início, de puxar as pontas dos fios passando por dentro do botão da tira. Depois é só amarrar, com vários nós e finalizar com a cola para garantir que não vai desmanchar tudo. O excesso pode ser retirado com a tesoura.

E já que estamos falando de deixar chinelos simples, lindos e diferentes, que tal aprendermos também a fazer chinelos com miçangas.

Como Fazer Chinelos Com Bordado de Miçangas

É uma daquelas técnicas bem fáceis de se fazer, basicamente passando miçangas através de um fio de nylon e pronto, em pequenos passos se terá um chinelo incrível e dá para deixá-lo a sua cara.

1- Vamos fazer um chinelo bordado com miçangas e colocar borboleta em uma das tiras para ficar ainda maiss bonito. Então, o ideal é encontrar um par de chinelos com uma cor bem alegre, pode ser amarelo, laranja. Compre também 8 borboletas com garras para colocar na tira, duas fivelas de flores e mais dois botões com flores. Serão necessárias 4 presilhas, 20 centímetros de fio com espessura de 35 e para trabalhar um furador, uma tesoura, um alicate com o bico chato, fita métrica e uma agulha de número 7.

2- Comece a trabalhar com o pé esquerdo do chinelo e para isso, corte de um pé o lado direito e do outro o lado esquerdo. Você deverá cortar parte da tira deixando 3 centímetros do vértice e 4 centímetros da base.

3- Com a ajuda do furador crie furos nas tiras da lateral e do vértice, os pontos extremos que ficaram no chinelo, as pontas que não foram cortadas. Coloque uma presilha em cada um dos furos e use o alicate para fechá-las bem no furo feito no chinelo.

4- O próximo passo é encaixar a fivela nas duas presilhas uma ponta em cada uma delas e sempre use o alicate para ter certeza de que foi bem fechada.

5- Para completar, pregue o botão de flor bem no centro do vértice das tiras, use o fio de nylon para fazer a costura. Faça de baixo para cima. Para que ele fique bem firme, faça pelo menos três costuras e arremate com firmeza. Duas pontas devem sobrar para cima para que seja feito um nó firme.

6- Abra a garra das borboletas e para colocar as tiras será necessário fazer mais dois furos usando o furador, que devem ser feitos bem próximo aos que foram feitos para presilha, porém, na parte perto do vértice. Com o alicate dá para encaixar bem a borboleta nesse furo e depois o use para fechar a garra.

7- Depois é só repetir o mesmo processo no segundo pé de chinelo, porém, finalizando na extremidade contrária para dar mais charme nele como um todo.

Com essa mesma técnica dá para fazer vários outros tipos de chinelos, basta ir variando os materiais e usando a criatividade.

Se quiser ainda pode trabalhar o fundo do chinelo, retirando as tiras e encapando com tecido, por exemplo ou usando tinta especial para pintura. Outra forma de deixar o seu chinelo bonito é usar colagens com tecido ou até mesmo outros acessórios, que são facilmente encontrados em lojas que vendem artigo para artesanato.

Comumente utilizada para aplicações em toalhas e confecção de bijuterias, o macramê também fica lindo como aplicações em chinelos. Com a moda de bordar miçangas nos chinelos, outras técnicas de bordado começaram a ser introduzidas nas sandálias de plástico, e o macramê não poderia ter sido excluído dessa onda.

Até mesmo mais simples para se fazer nos chinelos que outros bordados, por não necessitar da agulha, que se não for adequada, pode dificultar o trabalho de aplicar a miçangas, como também pode causar acidentes.

O macramê é aplicado nas alças do chinelo, com uma cor de fio que combine com a cor do próprio chinelo. O nó duplo é muito utilizado nesse tipo de aplicação, pois se encaixa bem nas alças e causa um efeito muito bonito, mas você pode usar outros.

O bordado em macramê também permite que você aplique miçangas, mas sem precisar furar o plástico, simplesmente devem ser passadas dentro dos fios que serão trançados.


Categoria(s) do artigo:
Macramê

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • gostaria de ver o passo a passo dessas sandalias,obrigado

    maria anagela moura 10 de novembro de 2011 21:51 Responder
    • gostaria de ver o passo a passo de bordados en chinelo com fitas sou apaixonada por macrame obrigado

      solange martins 15 de fevereiro de 2012 22:03 Responder
  • adorei este chinelo com flor de perolas, tem como voce me passar o pap.

    maria aparecida 3 de maio de 2012 23:49 Responder
  • Amei a sandalia de flor com perolas.
    Gostaria muito do passo a passo.
    Aguardo retorno,

    Abraços

    NomeGrace Njunes 27 de agosto de 2012 1:47 Responder
  • Gostaria de saber o passo a passo da flor de perola

    sinara gomes 25 de março de 2014 13:25 Responder
  • lGOSTARIA DE VER O PASSO A PASSO DA FLOR DE PEROLA

    lena alcantara 30 de abril de 2014 23:47 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *