Pátina para Cobre e Latão: Conheça a Sofisticada Técnica

Técnica muito conhecida para renovar móveis antigos, que consiste em cobrir sua superfície com uma tinta especial, dando um toque envelhecido à peça, a pátina vem sendo cada vez mais utilizada em diversos materiais.

Uma das principais tendências dos trabalhos manuais é a de aplicar a pátina em peças de cobre e latão, como forma de dar um aspecto envelhecido, servindo como contraponto para as decorações contemporâneas.

Restauração

Metal Envelhecido é uma das Principais Tendências de Moda na Decoração

Dessa forma, com a técnica uma peça nova de cobre, latão e até alumínio adquire um aspecto “envelhecido”, deixando-a requintada e valorizada, já que a principal tendência na decoração é a de utilizar peças de estilo “retrô” nos ambientes como forma de dar um toque pessoal e deixá-los mais aconchegantes.

O principal segredo para deixar envelhecidas as peças de cobre, latão e alumínio é uma pedra amarela chamada sulfeto (“liver of sulfur”). Para obter o resultado desejado, ela deve ser dissolvida preferencialmente em água fria.

A pedra de sulfeto pode ser adquirida em indústrias fabricantes de produtos químicos, já que esse produto não pode ser enviado pelos Correios. Vale lembrar que é preciso ter cautela na hora de armazenar o sulfeto, que não deve ter nenhum contato com o ar e umidade para que não perca suas propriedades. Portanto, o material deve ser acondicionado em diversas camadas de sacos plásticos bem fechados, dentro de um pote escuro, que deverá ficar disposto em um local seco.

Como “Envelhecer” Peças de Cobre e Latão com Pátina

Para utilizar o sulfeto nas peças de metal com aplicações em pátina, você deve realizar o seu trabalho normalmente, e em seguida utilizar uma bacia de plástico ou vidro que seja profunda o suficiente para mergulhar a sua peça completamente.

Em seguida, encha a bacia com água fria e deposite uma pedra de “liver of sulfur”, tomando o cuidado de mexer bem para que se dissolva completamente, até obter um líquido amarelado.

Vale lembrar que quanto mais claro for o líquido, mais lenta será a reação do sulfeto na peça. Já o processo vai ocorrer mais rápido se a cor da mistura estiver mais escura. Importante lembrar que tanto o processo rápido como o lento de envelhecimento do metal possui suas vantagens, dependendo do efeito que você pretende dar a cada peça.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=GurusPLil6c[/youtube]

No caso das reações lentas, elas possibilitam ao artesão obter diversas colorações nas peças, com tons que vão do dourado, passam pelo verde, pink, roxo e chegam até ao cinza escuro. Se pretender deixar a peça somente com o cinza escuro, é preciso fazer uma mistura mais forte com o sulfeto ou utilizar água quente ao invés de fria.

Também é possível obter um metal com diversas cores, acrescentando amônia em sua mistura de água e sulfeto. Importante ressaltar que para dar certo é preciso utilizar a amônia pura, que pode ser adquirida por encomenda em lojas que comercializam produtos genéricos de limpeza.

Pátina em Cobre e Latão: Como Fazer                                    

  • Para fazer a pátina em cobre e latão, você deverá mergulhá-la de maneira bem rápida na mistura de água com o sulfeto liver. Remova a peça rapidamente e mergulhe em outra bacia, que contenha a mistura de banho neutralizante (uma mistura homogênea de uma colher de sopa de bicarbonato de sódio e 250 ml de água quente) e deixe a peça em repouso por 1 minuto.
  • Enquanto a peça estiver de repouso na bacia do banho neutralizante, preste atenção na coloração. Caso fique satisfeito com a cor da pátina obtida, permaneça com a peça submersa até esfriar.
  • Se não ficar satisfeito com a coloração da peça, é possível escurecê-la mergulhando novamente no sulfeto liver e posteriormente no banho neutralizante até obter a tonalidade desejada. Não se esqueça de que para finalizar a peça, você deve deixar a peça submersa no banho neutralizante até esfriar.

Técnica Perfeita

  • Vale lembrar que quanto mais tempo você deixar o metal submerso no sulfeto liver, mais escura será a cor da sua pátina. Dessa forma, para obter a tonalidade desejada, prefira realizar imersões rápidas na peça nas duas misturas, para ter maior controle da coloração desejada.

Como Fazer os Relevos da Pátina em Cobre e Latão

  • Somente inicie o trabalho quando o procedimento de envelhecimento do metal estiver completamente seco. Utilizando novamente o pó de bicarbonato, esfregue-o com os dedos sobre a peça.
  • Na sequência, utilize um pequeno pedaço de lã de aço (daquelas usadas para lavar louças) amassado na mão, passando levemente sobre os relevos, da maneira mais suave possível, para não arranhar a peça. Nessa etapa, você também pode aproveitar aquelas flanelas utilizadas por joalheiros, que proporcionam um brilho extra no metal.
  • Por fim, aplique na peça verniz spray incolor para pinturas automotivas. Também é possível aplicar o verniz automotivo em latas, comercializado em lojas de materiais de construção, entretanto, é preciso ter cuidado extra na hora da aplicação, pois o pincel não pode estar impregnado de verniz, uma vez que ele vai escorrer e se depositar no fundo de sua peça.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=sqRgoG8ptJA[/youtube]

Procedimento Final Utilizado nas Pátinas em Cobre e Latão

Denominado “Rosto no Cobre”, esse procedimento é muito utilizado nas pátinas em metais, já que é possível obter trabalhos ainda mais requintados.

Você vai precisar dos seguintes materiais: sal, vinagre e amônia pura, pois proporcionam excelente reação nos metais, em especial no cobre.

Para obter uma tonalidade azulada no metal, faça uma mistura de uma parte de vinagre (preferencialmente de vinho tinto) para três partes de amônia.

Com um pincel, aplique uma fina cobertura no metal e deixe a peça secar. Em seguida, use um pincel com cerdas macias e carregue-o com essa mistura. Dessa forma, você vai obter uma tonalidade verde gris média, caso a peça seja de cobre, ou tons azulados, caso seja de latão.

Você pode adicionar mais camadas da mistura, porém, é importante pincelar uma fina camada, deixar a peça em repouso de um dia para o outro e verificar como ficou. Caso não tenha obtido a tonalidade desejada, você pode passar mais uma fina camada da mistura e esperar pelo menos 12 horas para obter o resultado final.

Enfim, utilize sua imaginação e criatividade para dar um toque chique para simples latinhas de metal. As peças se transformam em sofisticados artigos de decoração, que podem ser utilizados tanto para incrementar a sua casa como para presentear ou vender.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Restauração

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Fiquei encantada com as informaçoes do site. muito obrigada, que o Senhor Deus Continue te abençoando com tanto talento e sabedoria, e também pela boa vontade de compartilha-lo.
    Atc
    Luzinete nicoli

    luzineteNome 14 de Maio de 2013 16:48 Responder
  • Olá,

    Vocês sabem onde vende a pedra de sulfeto (liver of sulfur)?

    Obrigado

    Daniel Torres 4 de junho de 2013 19:01 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *