Artesanato em Atibaia

Em 25 do mês de junho de 1975 foi que teve inicio o artesanato do Casarão em Atibaia e dessa maneira abriu um precioso espaço para todos os artesãos e artistas não somente da cidade, mas de toda aquela região. Este na realidade foi só o marco inicial que de todo um processo que passou a valorizar a cultura popular, pois a partir daí muitas outras iniciativas se seguiram e hoje em Atibaia são inúmeros os locais em que podemos encontrar peças do artesanato local, em exposição e para serem comercializadas.

O Casarão

Chamada de Casarão, na verdade é a Casa Júlia Ferraz, solar do Coronel Manoel Jorge Ferraz que se localiza na Rua José Lucas em Atibaia. Os dados cronológicos desta casa nos dão conta de que possivelmente sua parte térrea tenha sido construída no final do século XVIII sendo que a parte superior data de 1845. Seu aspecto atual, entretanto é resultado de uma reforma que sofreu em 1903, ocasião em que lhe foi acrescentada uma platibanda neoclássica. O Casarão que hoje abriga grande parte do artesanato em Atibaia faz parte do Patrimônio Histórico de Atibaia e foi tombado em fevereiro de 1975 pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado (CONDEPHAAT).

Abertura do Artesanato Casarão

As responsáveis pela abertura do artesanato do Casarão foram: Maria de Lourdes Ferraz, Neide Russomano e Cecília Zanoni que juntas saíram pelo município todo em busca de artesãos resgatando assim a cultura popular ao mesmo tempo em que foram conquistando aos poucos a confiança da população. No começo o numero de artesãos que se dispunha a expor seus trabalhos no Casarão eram em número bastante reduzido sendo que as peças eram na grande maioria de cerâmica. Hoje esses artesãos são muitos e são também bastante apreciados por todos aqueles que passam pelo Casarão.

Exposição do Salão Principal

Neste salão hoje podemos encontrar uma variedade muito grande de artigos em cerâmica, em madeira, em macramê, tricô, crochê, bijuterias, além de belos trabalhos em retalhos, pintura a óleo em telas, pinturas em gesso são apenas algumas das variedades dos trabalhos ali expostos. Na atualidade o Casarão se encontra sob os cuidados de Silvia de Araujo Ferraz e de Dorothea Apparecida Ferraz, ambas descendentes do Coronel Manoel Jorge Ferraz.

A importância histórica do Casarão

De acordo com o historiador Waldomiro Franco da Silveira, em 1781 esse Solar já era considerado velho já que nessa época os descendentes de seu dono moravam em novo endereço. O que não se pode negar é a importância histórica desse Casarão onde são expostas peças do artesanato da região, uma vez que nenhum fato cultural, político ou social se realiza em Atibaia sem a participação do solar histórico.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Regional

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • BOA TARDE,

    MEU NOME É ELIANA ZIG E TRABALHO COM DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS NA EMPRESA DE PERFUMARIA E COSMETICOS FLORALE DO BRASIL LTDA.
    ESTOU DESENVOLVENDO UMA LINHA DE AROMATIZADORES DE AMBIENTE E GOSTARIA DE ORÇAR ALGUMAS PEÇAS ARTESANAIS PARA ESTUDAR A VIABILIDADE DE USO NESTE PROJETO.
    FAVOR INFORMAR COMO FAÇO PARA ENTRAR EM CONTATO COM ESTES ARTESÃOS ENVIAR UMA SOLICITAÇÃO DE ORÇAMENTO A ELES.
    AGUARDO SEU RETORNO.
    OBRIGADO
    ELIANA ZIG

    ELIANA ZIG 14 de Maio de 2012 19:11 Responder
  • Preciso do numero de telefone do CASARÂO ATIBAI ARTESANATOS para poder conversar com vcs…..pretendo me associar á vcs
    Por favor respondam com urgencia obrigada Graça

    NomeGraça 24 de outubro de 2012 11:50 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *