A Geometria e os Mosaicos

Os primeiros mosaicos foram criados na Grécia no século 3 aC. Eles eram feitos de pequenas pedras pretas e brancas posicionadas de forma a criar desenhos, o uso de tintas era raro. Por volta do século 2 dC, passaram a utilizar pequenos blocos cortados à mão, chamados tesselas, em materiais como mármore, argila e vidro. O uso desses blocos possibilitou a execução de projetos mais complicados.

Muitas vezes, os desenhos eram escolhidos em um livro que continha diversos modelos. Então, era calculada a quantidade necessárias de tesselas, que eram cortadas no tamanho, forma e cor certas. Estima-se que o mosaico do cocheiro localizado na vila East Yorkshire, próximo a Rudston, na Inglaterra, contenha cerca de 150.000 tesselas.

Materiais Utilizados Para Fazer Mosaicos

As tesselas eram feitas de qualquer material que estivesse disponível no local em questão. Com exceção da Inglaterra, em que os materiais foram importados em algumas ocasiões. Diferentes materiais eram cuidadosamente escolhidos por sua cor. A mosaico da Vênus, também localizado em Rudston, inclui tesselas em cores como: vermelho, preto azulado, cinza, amarelo, marrom, verde e branco.

A Escolha dos Desenhos do Mosaico

Os desenhos dos pisos de mosaico eram muito semelhantes em todo o Império Romano, porque era comum que os artesãos se deslocassem até as províncias para criá-los. Além disso, a maioria deles usava o mesmo livro para que os donos das casas escolhessem. Por isso, os mosaicos possuíam um estilo parecido, mesmo quando eram feitos por artesãos diferentes.

Curiosidades Sobre os Mosaicos

1 – Os mosaicos romanos eram populares em edifícios públicos e casas, e muitos exemplos ainda podem ser vistos hoje. Eram feitos a partir de centenas de pequenos pedaços de pedras coloridas posicionadas para criar uma imagem.

2 – Eles eram utilizados por razões diferentes. Além de serem usados para a decoração, elas forneciam uma superfície firme para que se pudesse caminhar sobre ela, e também eram usados ​​para criar anúncios ou sinalização no solo.

3 – Eles eram à prova d’água e fáceis de limpar, o que os tornou populares em edifícios públicos. Também refletiam a luz, tornando os ambientes mais iluminados. Por isso eram muito populares nas casas de banho romanas.

4 – As pessoas que projetavam e criavam os mosaicos romanos eram chamadas de artesãos ao invés de artistas. Eles não costumam assinar o seu trabalho ou receber nenhum crédito por eles.

5 – Os mosaicos contavam com desenhos geométricos, assim como outras imagens. Os temas mais comuns eram animais, lutas de gladiadores, imagens românticas e cenas da mitologia e da astronomia.

6 – Os mosaicos romanos podem ser vistos em muitos lugares do Reino Unido. O Museu Britânico de Londres tem alguns dos mosaicos mais importantes. O Museu Romano em Cirencester – que já foi uma importante cidade romana – também tem uma excelente coleção de mosaicos.

7 – O Império Romano, quando estava em seu auge, mandou fazer uma área enorme de mosaicos. Muitos foram bem preservados e ainda hoje podem ser vistos em partes da Europa, Norte da África e no Oriente Médio.

8 – Um dos melhores lugares para ver mosaicos romanos é na cidade de Pompéia, que foi enterrada pela lava do vulcão Vesúvio em 79 dC. Os mosaicos são bem preservados porque as camadas de cinzas vulcânicas os protegeu.

9 – Os romanos gostavam de manter os cães como seus companheiros e como uma forma de proteção. Muitos mosaicos na cidade romana de Pompéia tinham palavras em latim para que significava “Cuidado com o cão” escritas no desenho.

10 – Os mosaicos também eram utilizados em paredes e tetos, embora isso não fosse tão comum como mosaicos do piso. Eles eram usados em paredes geralmente atrás de fontes e, muitas vezes, tinham um tema marítimo.

Ainda hoje a arte dos mosaicos é utilizada na criação de diversos tipos de peças artesanais. Entretanto, a prática de criar desenhos no solo e paredes não é mais tão comum quanto no passado.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Mosaico

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Flávio Coutinho,

    O tampo de mesa em mosaico que está ilustrando o site é de minha autoria e confecção. Para usá-lo deveria ter sido solicitada a minha autorização ou pelo menos ser colocada a autoria solicito a colocação do meu nome como autora ou a retirada da foto.

    Atenciosamente.

    Diana Cavalcante
    81-9314 9405

    diana cavalcante 21 de Fevereiro de 2013 20:10 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *