Artesanato com Lâmpadas – A Arte de Reciclar

Uma das peças que mais substituímos em nossa casa ou estabelecimento comercial são as lâmpadas, pois jamais apresentam a vida útil relatada na embalagem. Mas, quase sempre ficamos sem saber qual a maneira correta de se descartar tal objeto, sem colocar em risco a pessoa responsável pela coleta e ainda afetar o meio ambiente.

Por isso, quem gosta de artesanato, ou mesmo ainda não testou nada de artístico, mas tem vontade de aprender uma coisa nova, há a possibilidade de se fazer um belíssimo artesanato com lâmpadas queimadas. Dessa forma, não há risco para as pessoas e nem para o meio ambiente, somente a beleza e a praticidade do artesanato.

Vamos mostrar aqui neste post diversas ideias geniais para você usar as lâmpadas queimadas e, certamente, ainda pedirá aquelas que sua mãe iria jogar no lixo, pois dá vontade de colocar em prática todas as sugestões.

Sugestões

  • Terrário
  • Porta Tempero

Material a Ser Usado para a Confecção dos Itens

  • Lâmpadas velhas, queimadas ou ainda novas (o que você preferir) de rosca, não pode ser aquelas fluorescente, deve ser aquelas convencionais;
  • Alicate, tanto aquele de ponta mais fina quanto o normal;
  • Chave de fenda com a ponta chata;
  • Itens de segurança (óculos, luvas de borracha grossa);
  • Papelão;
  • Para a decoração do terrário – musgo artificial, areia, plantas, enfeites pequenos, como pedrinhas coloridas, brinquedinhos, entre outros;
  • Tampa de garrafa PET (serão usadas para tampar o pote de temperos).

Vasos de Flor

Passo a Passo

A primeira parte serve como base para as duas sugestões, ou seja, tanto para o porta temperos, quanto para o terrário. Primeiramente pegue o papelão e coloque onde você vai trabalhar, no chão ou mesmo em cima da mesa. Depois, coloque os equipamentos de segurança, os óculos e as luvas, para não correr o risco de acontecer algum acidente, caso a lâmpada se rompa e os cacos voem.

Então, com o alicate de ponta fina, retire a ponta de metal que vem colocada bem na parte superior da lâmpada, justamente com a rosca e vá puxando com bastante paciência até que ela saia por completo. Agora, retire todo o miolo de vidro que fica bem no centro da lâmpada e essa é a parte mais chata, já que muitas vezes ele acaba se rompendo e o cuidado tem que ser redobrado.

Depois de deixar a lâmpada por dentro toda limpa, sem mais nada, pegue uma pequena lixa e dê uma desbastada na parte que você retirou tudo para que fique lisa e não machuque em contato com a pele. Agora, pegue as lâmpadas e lave todas elas em água corrente com detergente, especialmente por dentro, já que você vai usá-las como porta tempero. Essa parte é muito importante, pois podem haver caquinhos de vidro lá dentro e como serão colocados alimentos lá dentro. Todo o cuidado é pouco!

As lâmpadas, depois de estarem bem lavadas, devem ser colocadas para secar de cabeça para baixo, para que toda a água escorra e não ocorra umidade nem fazenda nela um terrário e nem o porta tempero.

Depois de secas vamos montar o terrário, então, nas lâmpadas escolhidas coloque primeiro a areia (chama-se terrário, mas não pode ser colocado terra, pois ainda haverá nela organismos vivos que podem se proliferar, o que não queremos, já que a lâmpada será apenas um enfeite diferente). Agora, acrescente o musgo artificial, de maneira que fique o musgo por cima da areia. Depois coloque o que sua imaginação mandar, como pedrinhas coloridas, plantinhas, como aquelas que precisam de água, chamadas de suculentas.

Além disso, no terrário ainda pode ser acrescentado pequenos brinquedos, como aqueles que vêm no Kinder Ovo, pois alguns deles caberão na lâmpada e darão um ar mais divertido ao terrário. Lembrando que não há necessidade de se tampar o terrário, a abertura que foi feita para se retirar o miolo da lâmpada serve de respiro para ele. Outra dica é colocá-lo próximo a ambientes que receba bastante luz solar. Assim, a aparência das plantinhas será sempre saudável.

Agora, para o porta tempero, a ideia é mais simples ainda, basta higienizar bem a lâmpada, como já dissemos e tampa-la com a tampinha de garrafa pet para que nenhum bichinho possa entrar em seu tempero. Nessa lâmpada podem ser colocados artigos como sal, pimenta-do-reino, orégano, curry, pimenta calabresa e ainda muitos outros. E para que não haja confusão para se encontrar o condimento correto, basta pegar uma caneta permanente e escrever o nome de cada um na lâmpada correspondente. Se quiser deixá-la ainda mais bonita, pegue um pedaço de papel laminado e cobrir a tampa da garrafa antes de tampar seu mais novo porta temperos.

Mas caso você não tenha gostado de nossas ideias, há ainda muitas outras que podem ser feitas como transformar as lâmpadas em mini-aquários, com aqueles peixes bem pequeninos, fica lindo! Além disso, as lâmpadas queimadas podem se transformar em vasos e para as deixarem em pé, basta colocar alguns pingos de cola na parte de baixo e deixar secar, assim, ela ficará sempre segura.

Como enfeite, elas podem ser limpas e secas e pela borda pode ser passado um arame e prende-las com um gancho, que pode ser colocado junto a uma corda, ou diretamente preso a uma parede. Assim, em cada uma delas pode ser colocada uma flor e no fundo delas a água, para manter as flores sempre bonitas e frescas, por isso, devem ser trocadas com regularidade.

Reutilizando

Essas são apenas algumas sugestões de uso das lâmpadas queimadas, mas muitas outras podem surgir a partir da imaginação de cada leitor. Por isso, se tiver qualquer outro uso interessante e diferente para elas, faça um comentário no post e partilhe uma ideia com os demais leitores.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=B9xlQRVB-cY[/youtube]

Para outras sugestões diferentes, ou mesmo saber como fica a floreira, o aquário e os vasos, acesse o site: http://www.artesanatopassoapassoja.com.br/como-fazer-artesanato-com-lampadas-queimadas/

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Decoração

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Adorei as idéias, mas estou tendo dificuldade em tirar o miolo de dentro, tenho a impressão de que é continuação da lâmpada e não tem como tirar sem quebrar.
    Alguém sabe me ajudar?
    Obrigada!

    clara 18 de Janeiro de 2013 22:33 Responder
    • Tirar o miolo é simples…
      Eu uso alicate e chave de fenda.
      Segure pela parte da rosca, pois o vidro da lampada é fino e facilmente se quebra.
      Aperto com a alicate a chapinha de contato da lampada, ela vai soltar e esfarelar a parte preta de isolamento.
      Com a chave de fenda vá cavucando e esfarelando esse material preto.
      Logo vc verá no fundo a peça de vidro que que segura o filamento, a resistencia que dá o brilho da lampada.
      Encaixe a a chave dentro da peça de vidro e vire de lado para quebra-la.
      Puxe pelos fiozinhos que estão preso por dentro dela.

      Juliana Cros 2 de Fevereiro de 2014 14:27 Responder
  • Fiquei muito triste com a ideia cruel de condenar os pequenos e indefesos peixinhos a um espaço tão pequeno como o de uma lâmpada.
    Todas as outras ideias são legais e bonitas.
    Mas definitivamente não acho lindo um peixe preso em um ambiente tão pequeno e inóspito só para agradar olhos egoístas que o apreciarão por poucos minutos apenas.
    Crueldade não é decoração.
    É “des-coração”

    Juliana 9 de outubro de 2014 14:02 Responder

Deixe uma resposta para Juliana Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *