Tear de Pregos: Ponto Cruz

As artes manuais sempre foram vinculadas ao universo feminino, porém atualmente estas práticas estão voltadas para todos, tanto mulheres como homens e também direcionado à crianças e público da terceira idade. Também é forte aliado em tratamentos terapêuticos, em que estimula a percepção interna de aspectos psicológicos e abrange de forma ativa a integração com outras pessoas, sendo muito útil para quem passa por tratamentos médicos de todos os gêneros.

Uma prática muito utilizada e que atravessa diversas épocas é o tricô e o crochê, que consiste no entrelaçamento de fios com finalidade de obter desenhos e texturas, as quais podem ser aplicadas em peças para a decoração do lar quanto para uso pessoal, como cachecóis, blusas, pachiminas, gorros, mantas e muitos outros itens.

Para os iniciantes na prática, a forma mais funcional de se aprender a arte do tricotar é através do tear, que possui diferentes formatos e tamanhos os quais, em sua essência, são compostos por uma base de madeira retangular lisa com espessura de em média 5 cm. Em seu comprimento, possui alguns pregos dispostos de forma a facilitar no manuseio dos fios.

Cada movimentação produzida no tear resulta em um ponto em específico, para os iniciantes é ideal começar com os pontos básicos e ir treinando constantemente. Há alguns vídeos disponíveis que ensinam passo a passo:

Imagem de Amostra do You Tube
  • Iniciação e manuseio dos trabalhos no tear
  • Diminuir pontos errados
  • Diminuir pontos separadamente ou vários de um só vez
  • Aumentar pontos (em separado ou vários de uma só vez)
  • Retirando a peça do tear
  • Costura e acabamento de peças produzidas no tear
  • Colocação de franjas em peças de tear
  • Listras horizontais e verticais
  • Aprenda fazer pom-pom
  • Pontos meia e tricô enfileirados
  • Produção em casa do seu tear de pregos
  • Tabelas de pontos
  • Sequência de pontos em tear (como fazer a transição)
Imagem de Amostra do You Tube

O tear pode ser feito da seguinte forma, utilize uma base de madeira com aproximadamente 30 cm de comprimento, 15 cm de largura e 5 cm de espessura. Peça para um marceneiro fazer o corte e o lixamento nas bordas. Aplique uma camada de seladora para proteger a peça , em seguida, escolha pregos de medida aproximadamente 5 cm de altura e coloque em distância de aproximadamente 10 cm paralelamente nos quatro pontos da base, à partir do ponto inicial que é o zigue-zague, pode-se fabricar um belíssimo cachecol.

Orienta-se que juntamente com os gráficos sejam seguidos passo-a-passo de como fazer sua primeira peça, gráficos estes que podem ser encontrados em blogs especializados em tricô no tear.

Tear de Pregos: Ponto Cruz

Tear de Pregos: Ponto Cruz

Em seguida, há o aprendizado de outros pontos como o ponto cruz no tear de pregos, o qual possibilita a produção de peças como: blazer feminino, conjuntos para bebês, enxovais, porta-celular, sapatinhos de recém-nascido, cobertor de solteiro e casal, golinha unissex, centro de mesa oval, quadrada e redonda, luva, regata, mantas, pachimina, boleros, saias, echarps, colchas, capas de sofás, que podem ser feitos com lã, fio para crochê e barbante na confecção de tapetes, jogos de cama e cortinas.

O ponto cruz consiste em cruzar a linha em si mesmo, como o nome mesmo demonstra, formando assim uma cruz e em seguida um ponto reto sob este cruzamento. Por ser bem fechado, este tipo de ponto possibilita grande variedade de contruções. Inicialmente, ele foi utilizado para bordar colchas e construir desenhos sob toalhas de banho e rosto, como também imprimir modelos temáticos a panos de prato, como frutas, Dias da Semana, Datas Comemorativas como Páscoa, Natal e Dia das Mães.

 

O tear de pregos é ainda o jeito mais fácil e rápido de se aprender a fazer tricô. Após a construção do tear, adquira alguns rolos de lã apropriada para tricô. Há modelos de fios desenhados, com fios dourados, em tons degradê e cores quentes e cítricas, use a criatividade ara a montagem de sua peça.

É interessante fazer um desenho prévio do modelo que se pretende confeccionar e pesquisar as cores que estão na moda ou que podem fazer uma belíssima combinação inusitada, como a junção de fios prateados com tons terrosos ou um cachecol em tons degradê de rosa antigo com azul bebê, tonalidade que remete ao romantismo dos anos 30 e 40.

Outra forma de se interar com diferentes épocas e estilos da moda é através de consultas a blogs especializados. Há inclusive, endereços virtuais que ensinam como montar looks vintage, retrô, rock’n'roll, hippie chic. O que está em alta, além da criatividade e reeleitura de outras épocas, é a mistura de texturas no mesmo look.

Você pode fazer um trend coach, que é um casaco acinturado na altura do quadril com o ponto cruz no tear de prego, e montar seu look com uma bela calça de couro. Outra dica interessante são os casacos assimétricos tanto no comprimento, com um lado mais pontudo que o outro, ou até mesmo em golas grandes e na diagonal, conotam charme e elegância à produção.

Para a primavera-verão 2013, os tons off-white que é o gelo ou cinza mais claro estarão em alta e podem ser grandes aliados na confecção de peças de tricô, abuse nos vestidos e coletinhos leves feitos com fios de linha, próprios para a estação mais quente do ano. Além de leves, são super fáceis de manusear.

À partir do tear de pregos, é possível fazer uma infinidade de produções, em vestidos que o ponto seja mais vazado orienta-se utilizar um forro para que fique mais comportada a peça, mas há alguns modelos de saída de praia, por exemplo, que são feitos com fios de linha acetinado, podem ser colocados à beira-mar ou em clubes.

Com o ponto cruz pode-se fazer também apliques em camisetas e ou peças para danças tribais e orientais, como belly dance e tribal belly dance, onde as bailarinas gostam e mesclam peças que remetam a diferentes culturas. Tal produção é possível com a utilização de fios terrosos e alguns penduricalhos em lenços de quadril, arranjos de cabeça e acessórios como braceletes, pulseiras, tornozoleiras, colares e até brincos feitos à partir de tricô.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>