Como Vender Meu Artesanato?

Para quem está começando ou pensando em começar a vender artesanato, é normal ter dúvidas sobre como vender o artesanato. Qual o preço cobrar, qual a forma de venda, se existe a possibilidade de venda pela internet sendo um pequeno artesão e muitas outras dúvidas são completamente comuns para os iniciantes nas vendas de artesanato ou qualquer outro negócio.

A principal dica é que não existe sucesso sem persistência e dedicação, até mesmo porque dinheiro não cai do céu e nem nasce em árvore. Ou seja, é você a única pessoa responsável pelo sucesso das vendas do seu artesanato. Passe um tempo fazendo pesquisas sobre materiais para montar o artesanato, dicas de acabamento, receptividade do produto. Caso a sua idéia seja completamente nova, presenteie alguns amigos que poderiam ser futuros compradores do seu artesanato, antes de começar a vender os trabalhos que você faz para testar a receptividade.

Outra dica fundamental é ter originalidade. Mesmo que você faça algo que outros artesãos estejam também produzindo, coloque algo de original na sua criação, um novo jeito de decorar, algum outro produto que seja melhor para o seu cliente, enfim, não faça copias. Pois isso desvaloriza você como artesã tanto para os seus clientes, como para o meio profissional em que você estiver envolvido, que no caso é o meio do artesanato.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=POlOflQV7WU[/youtube]

As dicas acima são as dicas fundamentais. As dúvidas quanto ao modo de venda são muitas. Como manter a freqüência nas vendas do artesanato? Colocar os produtos em um site seria uma boa idéia? Colocar o artesanato em uma revenda é rentável para o artesão? Essas e mais algumas outras dúvidas são respondidas nas dicas logo abaixo:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=MvWBgeueRb0[/youtube]

  • O seu trabalho pode sim ser comercializado em mais de um ponto de venda, seja ele online e ou físico. O que vai definir isso é o produto que você faz. Os artesanatos costumam vender bem em lojas físicas, porque o consumidor gosta de ver e tocar o artesanato antes de comprá-lo. Caso queira manter um site com seus trabalhos, a dica é fazer fotos boas. Tenha uma foto do seu artesanato visto inteiro e outras duas ou três fotos mostrando os detalhes de costura, de pintura ou qualquer outro detalhe que não fique tão visível em uma foto inteira do artesanato. Essas fotos de detalhes servem para dar aquele ilusão de que o cliente estaria tocando o produto, como se estivesse vendo ao vivo, por isso são tão importantes. 
  • Cumpra sempre os prazos de entrega. Se você prometeu entregar um produto numa determinada data, não atrase. Isso prejudica a confiança que o cliente tem por você, não importa o motivo do atraso. Para evitar que você vá atrasar a sua entrega ou que você tenha tempo de sobra para conseguir entregar em dia mesmo se algum imprevisto acontecer, a dica é se planejar. Faça seu artesanato sempre deixando pelo menos um ou dois dias de folga até a entrega ou venda do artesanato. Uma dica que ajuda muito nessas horas é montar uma planilha. Pode ser uma planilha em um caderno mesmo. Coloque nessa planilha todos os gastos em materiais para o artesanato, quantos artesanatos foram produzidos, em que data foram produzidos, qual será o preço final de cada artesanato, quanto foram vendidos e em que data foram vendidos. Assim você tem o controle de quanto gasta para produzir o que faz e em quanto tempo e quanto costuma lucrar com o seu trabalho. 
  • Vender o artesanato em lojas especializadas nesse tipo de produto costuma dar certo. Essas lojas precisam ter lucro para que sobrevivam, ou seja, o seu produto deve ter um preço que seja atrativo para o cliente e que dê lucros para o dono do ponto de venda e, também para você, artesão. O lucro, nesse caso, acontece pelo volume de vendas e não pelas unidades vendidas, pois assim você torna o produto atrativo para o consumidor. Portanto, busque baratear os custos de produção do seu artesanato quando for produzi-los, negocie com quem for comprar os materiais para a produção desse artesanato.
  • Mesmo que não sejam sempre o melhor ponto de venda, a experiência e as possibilidades de novos contatos em feiras e exposições de artesanatos valem a pena. Esses eventos são uma ótima oportunidade para você conhecer possíveis compradores e clientes novos, em outras palavras, são um meio propício para a divulgação do seu trabalho. Essas participações em feiras e exposições costumam ter custo de estande, decoração da barraquinha, então esteja bem informado e preparado quando for participar desses eventos. 
  • Uma forma de venda que faz muito sucesso é pela internet. Existem dois meios para se vender na internet: colocar seu artesanato em sites especializados ou então montar uma própria loja virtual. Os sites especializados em vendas de artesanato costumam ser uma opção muito boa para quem está começando a vender pela internet e que ainda tem pouco volume de encomendas. Isso porque esses sites especializados são procurados por quem se interessa por artesanato, ou seja, o seu possível cliente já gosta de trabalhos manuais, então há boas chances de querer levar o seu trabalho. A divulgação desses sites é feita diretamente em outros sites que costumam ser acessados por clientes em potencial e em listas de emails de possíveis compradores do seu trabalho. Existem muitos sites que fazem esse serviço, sendo os mais populares o Elo7 e o Mercado Livre. Caso você já tenha uma boa lista de clientes e uma boa quantidade de pedidos mensalmente, montar uma loja virtual própria é uma boa idéia. Para montar a sua própria loja virtual, nada de recorrer aos blogs. Vale fazer uma pesquisa na internet sobre sites que tem plataformas de lojas prontas e que basta você adaptar para a identidade da sua loja para então vender o seu artesanato. Uma dica é o Vix e o Tanlup. 
  • Por fim, para ter mais detalhes sobre lucratividade e dicas de negociação entre você seus fornecedores e seus clientes, vale acessar o SEBRAE. Caso queira vender o seu artesanato para outros países a dica é acessar www.internacionalizacao.sebrae.com.br ou se quiser visitar o Sebrae mais próximo para tirar duvidas pessoalmente, basta ligar para 0800 570 0800 ou também acessar  www.sebrae.com.br/atendimento. E se você estiver procurando por novos negócios, dicas de tendências do mercado não só de artesanato mas do que tem sido feito de novo no mundo vale acessar esse blog  http://www.facadiferente.sebrae.com.br/ 

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Curiosidades

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *