Como Fazer Brincos Usando Búzios

Os brincos estão os principais adornos usados pela mulher. Eles ajudam a melhorar o visual, deixando-o ainda mais elegante, diferente e até despojado e, consequentemente, aumentam a autoestima.

Há quem entre na onda do momento e prefira os maxicolares, que são feitos com os mais diversos materiais, e, sozinhos, já fazem as vezes das demais bijuterias. Outros optam pelos brincos menores, que podem compor harmoniosamente com pulseiras e colares.

Algumas mulheres preferem brincos de ouro, outras usam muito bem uma bela bijuteria. Umas optam pela prata e até por brincos que façam mais a linha natural, como aqueles que levam folhas, sementes e penas em sua composição.

Mas aquelas que vivem a beira da praia e têm o mar como referência, preferem estar sempre enfeitadas por peças que levem búzios em sua composição. Agora, quem vive longe da praia pode até achar estranho e muitos nem sabem o que são búzios.

Então, para matar a curiosidade de homens e mulheres que não conhecem muito bem os búzios, vamos explicar o que são eles e ainda como podem ser usados na confecção de lindos brincos, inclusive com um passo a passo perfeito. Aproveitem!

Brincos

Brincos

O que são Búzios

Búzios não é somente uma cidade do Estado do Rio de Janeiro, sendo também o nome comum dado há várias espécies de moluscos da classe gastrópodes que habitam o mar e possuem, em sua grande parte, a concha em formato de fuso. Eles pertencem à família Ranellidae e Buccinidae, e ainda aos gêneros Charonia e Bucino, tendo também muitos outros indivíduos conhecidos, como o caramujo e o Burrié.

O búzio possui uma parte aberta de forma natural e outra ovalada, grande parte dos enfeites e dos jogos de búzios são produzidos a partir do uso de búzios cortados, nos quais é retirada a parte oval do mesmo. Há uma grande discussão a respeito do que seria um búzio aberto ou fechado.

Algumas pessoas consideram que a parte naturalmente aberta do búzio seja a aberta, enquanto a ralada ou quebrada seja o lado fechado.

Popularmente eles são chamados de “conchinhas” por serem pequenos. Ideais para serem usados em bijuterias, tanto em brincos, como já dissemos, como em colares, pulseiras e tornozeleiras. Eles também servem para serem jogados em um método de adivinhação Africano, denominado Jogo de Búzios.

Imagem de Amostra do You Tube

O Jogo de Búzios

O Jogo de Búzios é considerado como uma das adivinhações mais usadas nas tradicionais religiões africanas, como também naquelas que compreendem a Diáspora Africana, presente em diversos países das Américas.

Há diversos métodos de jogo, sendo que o mais apreciado decorre do arremesso de um apanhado de 16 búzios em cima de uma mesa anteriormente preparada, e conforme a configuração dos búzios é feita a análise. Quem faz a adivinhação, antes de iniciar a leitura, faz uma reza e saúda depois uma saudação a todos os Orixás e no decorrer dos arremessos, fala com as divindades e lhes faz muitas perguntas.

Segundo os adivinhos, as divindades podem afetar a maneira como os búzios caem sobre a mesa, respondendo assim as perguntas que lhes são feitas. Muitos sacerdotes preferem jogar usando os búzios inteiros, usando a abertura natural das conchas.

Os búzios em nosso país, chamados de cawris na África eram usados como moeda corrente, são utilizados pelos Iyalorixás e Babalorixás para fazerem consultas ao plano espiritual superior.

Eles são usados para se prever o futuro, conforme a religião, especialmente na Umbanda, Candomblé, Batuque, Omoloko, Xambá, Tambor de Mina, e ainda Xangô do Nordeste. Além disso, o búzio ainda é utilizado como enfeite de roupa para os Orixás e para a feitura de algumas formas de fio de contas.

A peça também é utilizada em muitas outras religiões afrodescendentes em diversos países do mundo. Muitos consideram sua origem como sendo médio oriental, tendo como origem a região turca. Entrou na África juntamente com as invasões dos turcos ao continente.

As mulheres aderiram ao jogo em decorrência do Opon-Ifa e Opele-Ifa (jogos divinos de origem africana) serem jogados apenas para os homens.

Fez parte da cultura e da vida Youruba de tal maneira que, atualmente o jogo de búzios, Merindilogun  é mais amplamente conhecido que o oráculo dos  o Opele-Ifa e Opon-Ifa, sendo ainda o mais usado em nosso país.

Entretanto, de acordo com algumas crenças e correntes nem todas as pessoas estão aptas a fazer a leitura dos búzios. Esta forma de divina de prever o futuro está designada apenas a indivíduos que possuam uma grande espiritualidade. De maneira geral eles já estão predestinados para os Pais, Mães, ou filhos de Santo, sempre depois de terem seguidos todos os passos preparatórios, que incluem de sete anos de obrigação, com o recebimento dos direitos, ensinamentos e autorização dados pelo pai ou mãe de santo.

Portanto, ter um brinco de búzio é como carregar consigo toda a história e religiosidade de um pouco, sendo muito mais que um simples enfeite, um pouco mais da vivência e religião de um povo que ajudou na construção da nação brasileira e de uma crença que encontra em todos os lugares a cada dia mais adeptos.

Búzios

Búzios

Então, aprenda a fazer um brinco com búzios:

Brinco com Búzios

Materiais Usados

  • Dois ou mais búzios pequenos
  • Duas argolas pequenas e flexíveis de metal,
  • Um par de ganchos para brinco
  • Um alicate próprio para bijuteria, com bico achatado

Passo a Passo

  • Primeiro pegue os búzios e limpe-os bem usando um pano com álcool.
  • Pegue uma argola pequena e encaixe com cuidado no búzio, para não quebrá-lo, fechando a argola no mesmo usando a alicate.
  • Com a ajuda do mesmo alicate, encaixe o gancho diretamente na argola.
  • Para fazer o par de brincos, sigo o mesmo procedimento com as duas peças.
  • De acordo com o tamanho de búzios deve ser feita as peças e usados os materiais pertinentes. Lembrando que todas as peças usadas podem ser encontradas em lojas de bijuterias e ainda através da internet há preços bastante acessíveis.
  • Os brincos podem ser feitos ainda usando mais materiais para enfeita-los como argolas maiores nas quais os búzios sejam presos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>